Veja aqui se você tem direito ao Bolsa Família 2019!

Um dos maiores programas Sociais do Governo Federal e de mais importância é o Bolsa Família, que auxilia quem vive em situação de pobreza e/ou extrema pobreza a superar a situação de vulnerabilidade.

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que busca garantir às famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. Mais de 13,9 milhões de famílias de baixa renda são atendidas pelo Programa.

Quem tem direito ao Bolsa Família?

O objetivo principal do Programa é atingir a população constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. As famílias consideradas extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa. 

Já as famílias consideradas pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa. No entanto, só participam do Bolsa Família caso tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

No entanto, o Programa exige algumas condições: manter os filhos matriculados nas escolas com um mínimo de frequência, fazer o acompanhamento do estado de saúde das crianças, gestantes e lactantes, entre outras.

Como se candidatar ao Bolsa Família?

Primeiramente, para participar do Bolsa Família é necessário se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A inscrição deve ser feita no setor responsável pelo Programa na sua cidade ou pelo Cadastro Único no município.

É preciso manter os dados sempre atualizados, ou seja, você deve informar à prefeitura de sua cidade qualquer mudança, como por exemplo, mudança de endereço, de telefone de contato. Também é preciso comunicar a prefeitura caso haja modificações na constituição de sua família, como nascimento, morte, casamento, separação, adoção, entre outros.

Em seguida o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) analisa os dados dos familiares cadastrados e realiza uma seleção automatizada das famílias que que serão incluídas para receber o benefício.

Porém, o cadastro não significa que o recebimento do benefício será feito de imediato, já que a seleção é feita automaticamente pelo MDS, de acordo com a renda individual de cada membro da família.

Vale lembrar que não existe um valor fixo do benefício para todas as famílias. Esse valor varia de acordo com a renda familiar. O benefício é dividido em três categorias: Benefício Básico, Benefício Variável de 0 a 15 anos e Benefício para o Jovem.

Para realizar o saque do benefício é preciso estar atento no calendário do bolsa família, criado pela Caixa Econômica Federal em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social. Os saques podem ser realizados nas agências da Caixa, tanto pelo autoatendimento quanto atendimento pessoal, por correspondentes do Caixa Aqui e também nas lotéricas conveniadas.

Material de Estudos?

? Comparamos e Encontramos os Melhores Preços

São mais de 3 mil apostilas e cursos preparatórios para concursos.

➜ Saiba Mais Agora

Conteúdo Relacionado